CPD Diário

Monthly Archives: maio 2010

A paz e o entendimento entre as nações 2 – A Missão

maio 31, 2010 No Comments

Um mundo utópico provavelmente seria um mundo chato. Ou pelo menos sem histórias para postar aqui no Blog…

Cliente entra em contato informando um problema. E começa o diálogo padrão do dia-a-dia:

Suporte: Boa tarde senhor. Em que posso ajudar?

Cliente: Eu com problema aqui…

Suporte: Qual serviço o senhor possui?

Cliente: Olha, eu estou desempregado…. mas precisando de suporte aqui, porque não funcionando…

Suporte (por que diabos eu iria querer saber que ele está desempregado?): Err… quero saber é o serviço do senhor!

Cliente: Eu desempregado tem uns 2 meses… mas preciso de ajuda aqui! Você pode me ajudar?

Suporte: Para ajudar o senhor eu preciso saber qual serviço possui!

Cliente: Mas já falei que desempregado! Quê que tem a ver meu serviço com o problema aqui?

Suporte, depois da ficha finalmente ter caído: …

Cliente: Alô?

Suporte: Err…

Compartilhe!

[Humor na sexta] Homenagem a nós

maio 28, 2010 No Comments

Hoje ,  uma singela homenagem a nós, do CPD que fazemos com que vocês, usuários sejam pessoas mais felizes e tenham seus computadores funcionando.


Sysadmin SongThe best bloopers are a click away

E é claro,  a letra pra quem quiser cantar junto:

Compartilhe!
Leia Mais

Função Explode em Oracle PL/SQL

maio 26, 2010 13 Comments

Saudações a todos os mochileiros! Feliz dia da Toalha atrasado! Hehehe..

E lembrem-se: DON’T PANIC!

Hoje resolvi postar uma dica que me foi muito útil em momentos de desespero, insanidade, vontade de chorar, gritar pela minha mãe e afins!

Para quem trabalha com Banco de Dados, especificamente o Oracle, já passou por problemas em que precisava criar um Function ou Procedure na qual passaria um parâmetro para ser utilizado em uma cláusula IN, propriamente dito uma string separada por algum delimitador! Em linguagens como PHP e Javascript, temos as funções explode e split, respectivamente. Mas nativamente em PL/SQL não existe funcionalidade parecida.

Então, em um desses dias comuns de sofrimento, meu amigo Zé Tibiriçá ( Alô Tibiras! ) e eu, na busca incessante por conhecimento e uma forma de ir embora em um sábado de hora extra, encontramos esta dica que compartilharei com vossas mentes sadias.

Inicialmente precisamos criar um type, que aqui chamarei de lista , porque na verdade, irá nos retornar uma LISTA! Gente, como sou inteligente.. Continuemos, segue o código:

create or replace TYPE lista AS TABLE OF VARCHAR2 (255);

Aqui criamos um type na base, com nome de Lista onde cada posição terá um VARCHAR de 255.

E agora o código salvador:


create or replace FUNCTION explode (delimitador IN VARCHAR2, exp_string IN VARCHAR2)
RETURN lista AS
l_string LONG DEFAULT exp_string || delimitador;
l_data lista:= lista ();
cont NUMBER;
BEGIN
LOOP
EXIT WHEN l_string IS NULL;
cont := INSTR (l_string, delimitador);
l_data.EXTEND;
l_data (l_data.COUNT) := LTRIM (RTRIM (SUBSTR (l_string, 1, cont - 1)));
l_string := SUBSTR (l_string, cont + 1);
END LOOP;
RETURN l_data;
END;

Explicando resumidamente, essa function busca ocorrência do delimitador na exp_string, a cada ocorrência encontrada coloca na variável l_data, que é do tipo lista que criamos ( Lembra ? Lista de VARCHAR ? ).

Para testar nossa cria, utilizamos a seguinte estrutura:

SELECT * FROM TABLE (
    CAST (explode(‘,’, ‘PHP, Java, Javascript, PL/SQL’)
    )  AS lista

E é isso ai! Um código que vem salvando nossas vidas inúmeras vezes contra as forças malignas do PL/SQL!

A dica original encontramos no site: http://birijan.com.np/?q=PLSQL+Explode+Function . Mas só para dar crédito, beleza ? hehe.. ;D

Compartilhe!

Brasil é 68º em velocidade média de banda larga

maio 25, 2010 No Comments

A Ookla Net Metrics liberou hoje a ferramenta Net Index, um índice que exibe velocidades de conexões à internet de vários países do mundo. A empresa usou dados dos milhões de testes feitos através dos sites Speedtest.net e Pingtest.net, que ela mesma controla, para determinar tais velocidades. O primeiro país na lista de velocidade de downloads, claro, é a Coréia do Sul, com média de 34.14 Mbps, seguida da Letônia, República da Moldávia, Japão e Suécia, com respectivamente 24, 21, 20 e 19 Mbps. O Brasil ficou em 68º lugar com média de 3,38 Mbps.

(Via tecnoblog)

A lista  completa pode ser acessada aqui

A parte que seria cômica, não fosse trágica, é que o Brasil perde para países ridículos menos desenvolvidos, como por exemplo: Trinidad e Tobago, Gana, Ruanda, Cazaquistão, etc.

Ao menos ficamos à frente do Sudão e da Argentina! Não que isso seja bom, mas ao menos já saímos da era da internet discada.

Compartilhe!

[Humor na Sexta] Bill Gates e Steve Jobs

maio 21, 2010 No Comments

Olhem que exemplo de vida…

Jobs e Gates, esses fanfarrões...

Jobs e Gates, esses fanfarrões...

Original daqui, tradução daqui.

Compartilhe!

Qualquer semelhança é mera coincidência – ou não!

maio 20, 2010 No Comments

Olá, jovens nerds e aspiras! Hoje teremos mais um post voltado à programação. Sim, estamos prostituindo contribuindo com o crescimento do CPDDiário e há quem diga que está dando audiência. Tem gosto pra tudo mesmo

O assunto de hoje é: Loverboy ou Programador? Qualquer semelhança é mera coincidência – ou não!

Segue o texto retirado de uma comunidade do orkut encontrado no submundo da internet:

  • Trabalhamos em horários estranhos, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Fazemos programa, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Nos pagam para fazer o cliente feliz, que nem as putas profissionais do sexo!
  • O cliente até que às vezes paga bem, mas o chefe fica com quase tudo, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Nosso trabalho sempre vai além do expediente, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Somos recompensados por satisfazer as fantasias do cliente, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Nossos amigos se distanciam de nós, e só andamos com outros iguais a nós, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Nosso chefe tem um lindo carro, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Quando vamos ao encontro do cliente, temos de estar sempre apresentáveis, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Mas quando voltamos, parece que saímos do inferno, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Sempre quando alguém pergunta o que fazemos não conseguimos responder e acabamos conseguindo enrolar a pessoa que perguntou, desconversando, que nem as putas profissionais do sexo!
  • O cliente quer sempre pagar menos e que façamos maravilhas, que nem as putas profissionais do sexo!
  • Todo dia, acordamos e dizemos: “NÃO VOU PASSAR O RESTO DA VIDA FAZENDO ISSO”, que nem as putas profissionais do sexo!

Se existe alguma diferença entre as putas profissionais do sexo e nós programadores? Sim, nossa ferramenta de trabalho é a mente e o IDE, das putas profissionais do sexo é o corpo. Ahhh sim, as doenças também têm outros nomes.

Programarei por comida...

Compartilhe!